☠ Pesquisa ☠

Carregando...

sábado, 10 de maio de 2014

Metallica: Kirk promete que se dedicarão a novo álbum em setembro

Confira abaixo trechos de entrevista de Kirk Hammett ao site da Guitar World.
"Nós realmente queremos fazer este álbum. O problema é que, agora, além dos compromissos de turnê, temos famílias. É difícil de trabalhar no verão, porque as crianças não estarão na escola."
"Agora estamos no processo de escolher certos riffs, e juntá-los. Em um futuro próximo, analisaremos novamente, para ver até onde conseguimos chegar. Nós prometemos que setembro será o mês em que começaremos a nos dedicar. Eu sei que disse a todos que seria em Janeiro... mas agora é sério (risadas)."
"Ainda não tive tempo de trabalhar no solo de "Lords of Summer. Eu nem sequer sabia o que eu iria fazer, ou seja, não deu tempo de formulá-lo. Nós dissemos que era uma versão demo da música, assim como o solo... Se comparar o solo da versão demo com a que tocamos na América do Sul, poderá ver que está muito melhor."
Imagem

Fonte: Whiplash!

domingo, 25 de novembro de 2012

Antes da fama: o que alguns astros do Rock faziam? Fonte: Antes da fama: o que alguns astros do Rock faziam?


O Noisecreep conversou em setembro de 2011 com alguns músicos famosos da cena Heavy e perguntou: Qual o pior trabalho que tiveram antes da fama?
Frank Bello (Anthrax): “Meu pior trabalho foi de garçom. Ralava por umas gorjetas. Por isso sei o quanto tenho sorte em levar a vida como músico. Sou muito grato por isso”.
Sebastian Bach: Paisagista. Fiz isso por duas semanas antes de ser demitido por cantar muito alto no trabalho! É verdade”.
Rudy Sarzo (Quiet Riot, Ozzy OsbourneDio Whitesnake): “Era 1976 e tinha acabado de chegar em Los Angeles. Estava procurando por um trabalho de meio turno no jornal e vi um que consistia em vender serviço de fotos de bebês de porta em porta. Peguei a vaga. Basicamente tinha que bater nas casas, dizer quem eu era, falar que nossa equipe de fotógrafos estaria ali no sábado para fotografar. Bastava a pessoa pagar com cinco dólares. Tive várias portas batidas na cara, até que uma moça me deu o dinheiro, que era suficiente para pegar um ônibus e voltar para casa. Nem preciso dizer que foi meu primeiro e último dia no pior trabalho que já tive”.
Danko Jones (Danko Jones): “Trabalhei em uma loja de artigos eróticos em Toronto. Achei que era o emprego dos sonhos. No primeiro dia, uma garota muito gostosa apareceu para ver uns brinquedinhos. Achei que era só o começo, mas estava errado. Nos dez meses seguintes, só apareciam perdedores sujos e fedidos. Saí no Halloween. Ainda bem que consegui enterrar a maioria das memórias ruins e ainda aprecio pornografia”.
Christofer Johnsson (Therion): “Meu único trabalho foi em uma serigrafia por dois anos. Fazia de tudo, menos o que importava. Era pesado ficar carregando coisas e lidando com os gases das máquinas. Era feliz por ter um emprego regular e aprendi a valorizar o fato de, desde 1992, viver de música”.
Russell Allen (Symphony X): “Trabalhei em um fliperama. Vendia fichas, limpava as máquinas e o que as pessoas derrubavam de doces e refrigerantes. Achei que ia ser legal, pois adorava games. Mas não podíamos jogar, então virava uma tortura. Nem preciso dizer que fui dispensado por jogar no horário de trabalho”.
Tobias Exxel (Edguy): “Meu pior trabalho foi ser guitarrista. Que horror! Às vezes tinha que tocar mais de duas notas ao mesmo tempo, chamavam isso de acorde. Depois, ainda tinha que fazer aquela coisa rápida e cheia de bends. Um dia, simplesmente tirei duas cordas e finalmente tudo ficou mais fácil e legal! Foi o começo de minha carreira no Edguy. O legal de tocar baixo é que sempre posso tomar umas duas cervejas a mais que os guitarristas antes do show”.
Glenn Five (Anvil): “Se tivesse que escolher apenas um, diria que foi em uma fábrica, com uma máquina que fazia peças de cadeiras de escritório. Minha função era retirar o excesso dos moldes. Era tedioso e a máquina não dava descanso. Sem contar que a temperatura no local chegava a 100 graus, pois eram 50 máquinas funcionando ao mesmo tempo, seis dias sem parar”.
Fonte: Whiplash!

terça-feira, 24 de julho de 2012

Malware ataca base nuclear do Irã e toca o rock do AC/DC



Um software malicioso, chamado “Metasploit”, invadiu o sistema de uma base nuclear iraniana e começou a tocar a música “Thunderstruck“, clássico do AC/DC.
Um cientista da “Atomic Energy Organisation of Iran” (“Organização de Energia Atômica do Irã”) enviou uma mensagem à equipe de segurança tecnológica da empresa. “Escrevo para informar que o nosso programa nuclear foi mais uma vez invadido por algo que fechou a nossa rede de automação em Natanz e uma outra instalação em Fordo, perto de Qom “, diz o e-mail.
“Algumas músicas foram tocadas, aleatoriamente, em várias estações de trabalho durante o meio da noite e no volume máximo. Eu acredito que uma das canções executadas foi Thunderstruck, do AC/DC”, relatou em outro trecho da mensagem.
Fonte: Cifraclubnews

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Megaupload: Dotcom ensaia retorno e lançamento do Megabox


2012: em 19 de janeiro, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos derrubou os servidores do Megaupload e determinou a prisão de seu fundador, Kim Dotcom. Em 22 de fevereiro, ele foi libertado após pagar fiança, porque as autoridades entenderam que não havia risco de fuga. De lá para cá muita coisa aconteceu, mas os projetos que restringiam a liberdade na internet perderam completamente a força. Esta semana aconteceu o que todos esperavam, pois Kim postou em seu twitter: "SOPA está morto. PIPA está morto. ACTA está morto. MEGA voltará. Maior. Melhor. Mais rápido. Livre de pagamentos e protegido contra ataques. Evolução!".
Muitas informações ainda não passam de rumores, que tendem a ser confirmados até a semana que vem, mas sites especializados garantem que finalmente o Megabox será colocado em prática (leia mais na matéria relacionada abaixo, "Megaupload: fechado por pirataria ou interesses piores?"). Sobre isso, Kim twittou: "As grandes gravadoras pensaram que o Megabox tinha morrido. Comemorem, artistas! Ele está chegando e vai libertá-los!". Sobre as autoridades norte-americanas responsáveis por sua prisão: "Eles declararam guerra à internet, à inovação e ao Megaupload. É hora de reagir!".
Outras informações, também não confirmadas, dão conta de que o próprio Megaupload voltará ao ar, com todos os links antigos funcionando, visto que o site foi bloqueado, porém não foi apagado. Fala-se também que uma provável reabertura do Megaupload pode acontecer na próxima segunda-feira, dia 9. Agora é esperar para ver o que acontece, mas certamente as coisas caminham para um desfecho bem diferente do cenário apocalíptico que ameaçou a liberdade na internet no começo do ano.

Fonte: Whiplash!

Curta no Facebook

Bandas Fodas!

Mestres do Rock!